Maçonaria Carbonária exige a renúncia de Lula


Lula, o ergofóbico

Depois da entrevista montada em acordo tácito entre o Planalto e a TV Cultura na segunda-feira passada comecei a compreender um pouco melhor o funcionamento (por assim dizer) do cérebro do Primeiro Mandatário da Nação Brasileira.

Não. Não vou retornar ao fato de se decepar um dedo mindinho para gozar de uma gorda aposentadoria por invalidez no dolce far niente . Na entrevista, perguntado sobre como Sua Excelência responderia às críticas de que ele não trabalha nem gosta de trabalhar.  A pérola foi: “vocês não imaginam o trabalho que dá viajar de avião, cuidar de uma agenda carregada com Autoridades pelo mundo afora...”

Meu Deus, o cara se cansa só de passear por aí no Aerolula!

Infelizmente, o formato da entrevista não permitia réplicas aos jornalistas presentes. Mas algum deles bem que poderia ponderar que Lula deveria sentar seu traseiro na cadeira presidencial e governar o país, não ficar passeando por aí fazendo discursos furibundos e idiotas...

Questionado sobre economia confessou que não sabe de nada e delega plena competência à equipe econômica que, naturalmente, prioriza o grande capital especulativo deixando-o livre para discursar para os pobres.

Não sabia do Mensalão; alega ter sido traído mas não tem a menor idéia de por quem; espanta que ele, aparentemente sóbrio, ainda consiga se recordar do próprio nome.


Economia

Na entrevista, nosso presidente laborfóbico declarou: “No Brasil, sempre tivemos a experiência da mágica. Era raro um ministro da Economia que não resolvesse inventar uma moda. Vem Plano Verão, Plano Bresser, Plano Collor e vai inventando. Meses depois não dá certo e a sociedade vai ficando com prejuízo atrás de prejuízo. Estamos dizendo à sociedade brasileira que não tem mágica, tem seriedade, tem regras muito claras”.

As regras são claríssimas: para o capital especulativo, tudo. Para o ser humano que vive, ama e trabalha o arrocho dos juros e impostos mais elevados do planeta Terra. É a redistribuição de renda à moda Lula: dos mais pobres para os cada vez mais ricos. Sacrifícios humanos sangram; gritos de horror e desespero cortam a noite ao meio...


Vigilância Sanitária

Assim como culpa a janela pela feiúra da paisagem, ou seja, acusa a imprensa de retratar uma realidade de que não gosta, Lula culpa o pecuarista por não vacinar o gado e, por isso, defende punições severas. Não aos fiscais da vigilância sanitária que deixam passar essas barbaridades que permitem um ressurgir brutal da febre aftosa, mas ao pecuarista, a quem é negado o recurso para investir em sua criação ou mesmo a assistência de agrônomos ou sanitaristas – obrigação do governo.

Além de não fazer rigorosamente nada para melhorar nossas exportações, apenas colhe o pouco que herdou de seu antecessor ao rufar de tambores, ameaça aqueles que não utilizarem de meios próprios para defender-se de problemas que deveriam ser tratados pelo Executivo.


Piratas a bordo

Há poucos dias, num exemplo para os brasileiros, o Presidente assistiu, em cópia pirata, no Aerolula, ao filme “Os Dois filhos de Francisco”, sobre a vida de Zezé di Camargo e Luciano.

O filme, ainda não lançado em DVD, foi elaborado especialmente para Lula em sua viagem. Como de hábito, ele informou que “não sabia” tratar-se de uma cópia pirata...

Coitadinho do Lula, nunca sabe de nada: entre um porre e outro, vive sendo traído não sabe nem por quem e seus ministros não chegam a um acordo se é para sufocar totalmente as riquezas nacionais ou se o tal “contingenciamento” poderia ser parcial com vistas a diminuir, pelo menos um pouquinho, a agonia de nossa gente...


Maçonaria Carbonária exige a renúncia de Lula

Abaixo transcrevo, com a devida autorização e mesmo recomendação, a Nota Oficial emitida pelo B.'.Pr.'. Walmir Ferreira Battu, Grão Mestre Geral da Alta Venda – Grande Loja Carbonária do Brasil

“Grande Loja Carbonária do Brasil

Diante dos fatos incontestáveis, verificados como gravíssimos na gestão do Sr. Presidente Luiz Inácio da Silva - O Lula, e a sua agremiação política "PARTIDO DOS TRABALHADORES" – o  PT, como também, diante dos crimes de lesa pátria, alta traição à soberania do Brasil, prevaricação e peculato, praticado por partidários do Governo Federal, e ainda, como bem destaca a matéria infra reproduzida, de autoria da Sra. Marli Nogueira, bem como, entre tantos outros disparates que põe em risco a democracia e a governabilidade do Brasil, a GRANDE LOJA CARBONÁRIA DO BRASIL, através de sua Alta Venda, vem de público manifestar diante da Nação Brasileira e de todo o Povo Maçônico, o seu veemente REPÚDIO ao presente estado de coisas, e, EXIGIR A RENÚNCIA DO SR. PRESIDENTE DA REPÚBLICA, incontinentemente e de toda a sua assessoria ministerial e parlamentar, além de, ainda, a prisão de todos os envolvidos nos escândalos manifestados diariamente em todo o país, pela gatunagem desmedida dos indigitados.

Tal exigência, dá-se com fundamento na Carta Magna de 1988, e por ter o presente Governo, caído no descrédito popular, reconhecidamente partícipe de falcatruas e desmandos, falsidade ideológica, estelionato, desvio de verbas públicas e locupletação do patrimônio nacional.

Em nome da honra e da dignidade, da segurança nacional e da democracia; em nome dos nossos IIr.´.e Heróis Giuseppe Garibaldi, Luigi Rosseti, Tito Livio Zambeccare, Bento Gonçalves, Joaquim do Ledo, Tiradentes, José Bonifácio, Duque de Caxias, Rui Barbosa, Tancredo Neves e Mário Covas, é que a Maçonaria Carbonária, sente-se no dever de declarar tal exigência.

Dado e traçado no Or.´. da Maçonaria Florestal, em algum lugar onde emana Forte Luz,  Terrível aos Perjuros e traidores, aos 09 Sóis da Sétima Lua, do ano da graça de N.´.Sr.´. Bom Primo Jesus Cristo, de 2005 -E.´.C.´.

B.´.Pr.´. Walmir Ferreira Battu - 33º do R.'. E.'.A.'.A.'.

Grão Mestre Geral da Alta Venda

Grande Loja Carbonária do Brasil”

 

 

Lázaro Curvêlo Chaves – 11/11/2005

 

 




© Copyright libertad-digital.com





Development Services Network Presence
www.catalanhost.com